Patologias

Necrose Avascular

    Doença que afeta principalmente adultos jovens, e que é caracterizada por um infarto ósseo da cabeça femoral  que pode levar à colapso e alterações degenerativas (desgaste) do quadril.

    A necrose pode ocorrer após traumatismos na região quadril, especialmente após fraturas do colo femoral, sendo esta uma causa bem estabelecida.

    Em pessoas sem histórico de trauma ou fratura do quadril, a causa da necrose ainda não está completamente entendida, entretanto alguns fatores estão associados a um risco aumentado de desenvolver a doença, especialmente o abuso de álcool e uso crônico de corticóides. Outros fatores comumente associados são irradiação na região da pelve em pacientes submetidos a radioterapia, doenças hematológicas, insuficiência renal, pacientes transplantados entre outras. Entretanto aproximadamente 25% dos pacientes não apresentam nenhum fator de risco conhecido, e chamamos nestes casos, de Necrose Idiopática. 

    Os pacientes geralmente apresentam dor em quadril, podendo esta intensidade variar de acordo com o estágio da necrose. Nas fases iniciais a dor é decorrência do processo inflamatório e do aumento da pressão dentro da cabeça femoral em decorrência da congestão venosa, ou seja, acúmulo de sangue dentro da cabeça femoral.

    A partir deste momento a doença pode evoluir para cura sem deixar sequelas, porém, mais comumente a dor progride em decorrência de fratura do osso subcondral (abaixo da cartilagem) , que ocorre por fragilidade óssea e falha mecânica do osso da cabeça femoral, que provoca colapso (deformidade) da cabeça e consequente agravo da dor e da limitação.

    O tratamento depende basicamente do estágio em que a doença se encontra e da área da cabeça femoral comprometida pela necrose, podendo ser conservador para aqueles pacientes que apresentam necrose avascular em fase final de remodelação óssea ou aqueles com comprometimento pequeno da cabeça femoral. 

    Algumas vezes é indicado tratamento cirúrgico com procedimentos que visam a revascularização da cabeça do fêmur, entretanto, muitas vezes será necessária a substituição articular por uma prótese total do quadril, especialmente naqueles estágios em que houve deformidade da cabeça femoral pelo colapso articular.